Dia dos Atrancamentos

001tz13r





001w0atd









"Na noite de S. João trancam as ruas e as portas. Todos os paus, carros, lareiros, que se vejam, são arrastados para trancar os caminhos e estradas."



Etnografia Transmontana - Crenças e Tradições de Barroso, de António Lourenço Fontes.







E foi assim, que esta manhã acordamos com este cenário em plena praça central de Ruivães.

Subestação de Frades

001tt3wt





001twk0x





001tx2ss





001ty1ar









Avançam na Botica as obras de construção da Subestação Eléctrica, já aqui anunciada. Quanto ao estudo realizado pela Unidade de Arqueologia da Universidade do Minho, também já aqui referenciado, e que pretendia avaliar sobre a existência de achados arqueológicos, nada sabemos. 

Como apontamento, fica o corte do caminho público, que deverá merecer a atenção das autoridades competentes.


Limpeza do Rêgo








Algumas fotografias da Limpeza do Rêgo que os consortes da água que serve a Botica, a Vila e Vale, efectuaram esta manhã.



25 Jun. 2019 - republicação das fotografias. 

S. Cristóvão

00178k5g

Quartel dos Bombeiros - Inauguração IV











Ruivães, no Dia de Portugal, festejou com pompa e circunstância a inauguração das instalações do Quartel dos Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho-secção de Ruivães.



Envolto em polémica desde a assinatura do protocolo em 15/07/2002, entre a Câmara Municipal, a CPPE e a REN, envolvendo verbas de 300 mil euros, o novo edifício benzido pelo pároco da freguesia, Padre Martinho e pelo capelão dos Bombeiros, Padre Lameiras parece devolver paz e concórdia. Esse é o desejo da população Ruivanense que quer enterrar de vez o "machado de guerra".


Sob chuva miudinha e ao toque da Fanfarra dos Bombeiros Cabeceirenses, procedeu-se à apresentação por parte do presidente da Associação Humanitária, Fernando Dalot ao comandante da corporação António Macedo das individualidades presentes. Após a revista da formatura do corpo activo pelo presidente da Câmara Municipal, Albino Carneiro, do descerramento da placa alusiva à inauguração e ainda da bênção de duas viaturas, apadrinhadas por, José Maria Pereira e Eugénio Lemos, a população dirigiu-se à garagem do parque automóvel onde decorreu a sessão solene.


Com a mesa formada por onze individualidades a mestre-de-cerimónias, a professora Maria Ferreira abriu a sessão considerando um dia importantíssimo para os Ruivanenses ao inaugurar uma obra tão desejada e tão difícil de conseguir.


"Contornados, ultrapassados e até vencidos alguns "Adamastores", eis que chegamos, não à terra desejada, mas à obra ambicionada. É com Homens de palavra e firme carácter que as indecisões passam a decisões e os problemas se solucionam", disse de uma forma eloquente Maria Ferreira que depois de citar Camões deixou uma mensagem: "É hora de união, deixemo-nos de separações e lutemos pelo bem-estar das nossas populações".


O presidente da Associação Humanitária agradeceu aos responsáveis da CPPE e REN e a todos aqueles que lutaram para que o patrocínio fosse alcançado e concretizado e congratulou-se com a solução dada à problemática da propriedade do edifício, "com o empenhamento da Câmara e da Junta de Freguesia de Ruivães, no final de 2006". Terminou por agradecer os donativos de firmas e particulares que foram utilizados no equipamento das novas instalações.


O Comandante dos Bombeiros recordou o protocolo de comodato assinado em 25 de Abril último que permitiu a instalação da Secção naquele local e prometeu distribuir um veículo pesado com mais capacidade de água e se "a zona nordeste do concelho ajudar vamos reequipar um veículo desencarcerador que ficará neste Quartel", atendendo à perigosidade da EN 103. A renovação do quadro activo com 16 novos bombeiros, foi outro facto registado com agrado por António Macedo.


O 2º Comandante Distrital da Autoridade Nacional de Protecção Civil, com raízes familiares ligadas a Ruivães, manifestou o seu contentamento não só com aquela infraestura, que acaba de ser inaugurada, bem "como novas viaturas, aumento do número de órgãos de comando e à entrada de duas novas fornadas de bombeiros."

Paulo Dias referiu ainda as catástrofes que aconteceram na zona tais como os incêndios na serra da Cabreira em 1995, 1982, 1998, e os do ano passado.


O presidente da Junta de Ruivães, visivelmente comovido após agradecer ao executivo actual e ainda ao Eng. Travessa de Matos e engenheiros da EDP, referiu-se à freguesia em festa e que a decisão tomada contribuiu para o bom funcionamento dos bombeiros. Para João Sousa, virou-se novo capítulo dos bombeiros e não houve vencidos nem vencedores.


Seguiram-se intervenções do representante da Federação Distrital e da Liga dos Bombeiros e do representante do Governador Civil de Braga que tiveram palavras de congratulação para o comando e corpo activo dos bombeiros e pediram que aquela Secção tivesse mais bombeiros durante o dia para a segurança de todos. O empenho das populações daquela zona e o apelo à vigilância dos fogos também não foram esquecidos.

O presidente da Câmara encerrou a sessão afirmando "o extraordinário significado para os bombeiros, populações de Ruivães e freguesias vizinhas e também para o nosso concelho e para o Executivo Camarário, que fruto de trabalho, vontade e diálogo, conseguiu esta excelente solução". Citando Fernando Pessoa "Deus quer, o homem sonha, a obra nasce", Albino Carneiro agradeceu ao grupo EDP, na pessoa do Eng. José Penedos o inestimável contributo financeiro e saudou o empenhamento das populações, que sempre apoiaram e viram com bons olhos a construção deste edifício.


Seguiu-se um desfile apeado do corpo activo dos bombeiros que deu a volta no centro da Vila e, no regresso, um "beberote" esperava os convidados.


 


 


 



 


 


Noticia retirada de: www.jornalregional.com

Vista aérea de Espindo

0017q7ws

Quartel dos Bombeiros - Inauguração III

Os bombeiros da secção destacada de Ruivães , do corpo de Bombeiros de Vieira do Minho , já estão finalmente instalados no novo Quartel .


O edifício do novo Quartel , uma obra financiada pelo grupo EDP , está instalado no lugar do Arco , junto ao cruzamento para Frades , onde recentemente a EDP inaugurou o empreendimento hidroeléctrico da Venda Nova II , numa zona de alguma perigosidade na EN 103 , com muito trânsito rodoviário.

O protocolo com o grupo EDP , foi assinado em 25/07/2002 , a obra posta a concurso publico pela Câmara em Dez/2002 , adjudicada em Abril/2003 e praticamente concluída no Verão de 2004 , mas pelo meio ficaram muitos problemas e desentendimentos entre as partes ( Câmara , Associação , Comissão de Apoio ) sobretudo quanto á propriedade do edificio , chegando-se finalmente a uma solução no final de 2006 e onde todos cederam para que o objectivo principal – a instalação condigna dos Bombeiros – fosse conseguida.


A Junta de freguesia de Ruivães , o Município de Vieira do Minho e a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho , assinaram no dia 25 de Abril o respectivo protocolo de cedência das instalações, tendo concretizado a ocupação no dia 06/Maio e hoje efectuado a inauguração oficial , com uma festa abrilhantada pela Fanfarra dos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses perante toda a população e muitos vieirenses.


O presidente da Câmara Municipal – Albino Carneiro referiu que a " inauguração do Quartel é uma satisfação de um sonho de anos e que agora os nossos Bombeiros estão devidamente instalados para poder dar resposta às necessidades das populações".


O Presidente da Junta de Ruivães – João Sousa , profundamente emocionado , ele que também é Bombeiro da Secção , manifestou o seu agradecimento ao grupo EDP , à população , ao Engº Travessa Matos e a todos os que contribuíram para a realização da obra .


Lúcio Pinto , em representação do Governo Civil , mostrou-se satisfeito porque finalmente tinha sido encontrada uma solução para que o Quartel pudesse funcionar referindo também o apoio que o Governo Civil tem canalizado para os Bombeiros e apelando a toda a população para colaborar com os Bombeiros e com a Protecção Civil na época de Verão de modo a defender a floresta.


Fernando Vilaça , vogal da Liga dos Bombeiros Portugueses , também demonstrou o seu contentamento , já que esteve ligado ao nascimento da Secção de Bombeiros enquanto inspector do SNB , demonstrando também a sua preocupação sobre a necessidade da existência de mais meios humanos no Quartel , para que seja possível prestar o socorro .


O 2º CODIS da ANPC – Paulo Dias , ele também um vieirense , sublinhou que com o Quartel aquela zona do concelho , poderá ficar mais protegida , enquanto que o Comandante da Corporação – António Macedo apelou à população para o apoio para o equipamento do Quartel e para que seja possível possuir uma viatura de desencarceramento tendo em conta o elevado trânsito rodoviário que ali se faz sentir.


Fernando Dalot – Presidente da Associação referiu que a vila de Ruivães estava em festa porque finalmente os Bombeiros estavam condignamente instalados , agradecendo todos os apoios que tornaram que esse objectivo fosse cumprido , sublinhando que a população pode contar com os Bombeiros para os proteger , defender e socorrer e salientando também a entrada de 17 novos Bombeiros para a Corporação , nove dos quais para o reforço e rejuvenescimento da Secção de Ruivães


Na mesa de honra, sob as ordens da chefe do protocolo Pra. Maria Ferreira , também estiveram a Presidente da Assembleia Municipal – Dra. Helena Silva , o deputado à Assembleia da Republica – Dr. Jorge Varanda e o pároco da freguesia de Ruivães – Padre Martinho


A Associação aproveitou para benzer duas novas viaturas – uma Ambulância de Transporte de Doentes, apadrinhada pelo Sr. José Maria da Silva Pereira – comerciante das Cerdeirinhas e uma viatura ligeira de combate a incêndios , que já estava ao serviço da corporação , cedida em definitivo pela Autarquia depois de melhorada e reequipada e que foi apadrinhada pelo Sr. Angêlo Lemos e pelos Bombeiros Vítor Gomes e Pedro Carvalho.


 


 


Noticia retirada do sitio: www.Bombeiros-Portugal.net (Rui Melo)

Quartel dos Bombeiros - Inauguração II

 


001tatt8


 


 


001tbka3


 


 


001tc7cd


 


 


001tdxpx


 


 


001teh37


 


 


001tfxa3


 


 


 


Fotos: Fernando Dalot