RUIVÃES - S. Pedro em Zebral

 


 



Vai realizar-se, no último fim de semana deste mês de Junho, no lugar de Zebral, a festa a S. Pedro. É uma festa já muito antiga, talvez desde a existência do lugar. Contaram os nossos antepassados que o lugar, a que deram o nome de Zebral, se organizou quando as famílias chegaram ao número onze.




Nomearam, logo, como seu protector, nos problemas temporais e espirituais, o grande apóstolo S. Pedro. Segundo reza a mesma tradição, foram os mesmo onze casais que, muito unidos, fizeram a primeira linha de rega que, embora mais aperfeiçoada, continuou, até hoje, a regar os terrenos agrícolas de pouco cultivo que ainda hoje se fazem. Mas, vamos ao programa da festa. No dia 28 de Junho, durante o dia aparelhagem sonora. Às 14h, os trambolineiros de Zebral iniciam o percurso pelas ruas da aldeia. Às 22 h. início da actuação do grupo de baile M3, com as suas bailarinas. Actuam até às 2 da madrugada. Pela meia-noite será queimada uma grande sessão de fogo de artifício. No domingo, dia 29 de Junho, logo pelas 8 horas dará a entrada a prestigiada Banda Filarmónica de Vilarchão que actuará, em marcha lenta, pelas ruas do lugar, acompanhando o andor de S. Pedro. Pelas 11 horas, será celebrada a missa da festa, com sermão celebrada pelo pároco da freguesia, Pe. Martinho, seguida de procissão. Pelas 15 h. início do concerto sinfónico pela Banda de Vilarchão. Às 17 h. iniciam-se os cantares ao desafio. E, assim, se mantém a tradição de uma festa cuja memória se transmite desde a fundação do lugar. 


C.

2008-06-13


 



 


Notícia retirada d' O Jornal de Vieira nº 833 de 15 de Junho de 2008.


 

As nossas bandeiras









Na série de 2006 esta casa teve a nº 30 e a nº 11.


Ruivanenses pelo mundo - Abel Martins


 


 


 


"


Em primeiro de tudo te agradeço pela atenção que me destes e por teres posto as fotos que te enviei da estatua da liberdade; pois agora te envio uma da cidade de new york para que todos os ruivanenses posao ver o quanto a cidade é bonita. Mais fotos serao enviadas. Um grande abraco meu para todos vós que estao espalhados por este mundo fora


 


abel martins

"