s/t


s/t


S. Martinho em Ruivães: A festa


CONVÍVIO de S. MARTINHO


S. Martinho é o santo padroeiro da freguesia de Ruivães e o santo de grande devoção de muita gente. Festeja-se no dia 11 de Novembro, dia esse, também associado ao magusto. Neste dia é costume e tradição assarem-se as castanhas na lareira e provar-se o vinho novo.
Este ano, como o dia de S. Martinho aconteceu na passada quinta-feira, as pessoas comemoraram o dia em família e o convívio entre ruivanenses foi no sábado seguinte.
Este convívio foi organizado pelas festeiras de Ruivães que prepararam um belo e saboroso jantar. Durante a refeição foi servido vinho doce, cujas uvas foram vindimadas e pisadas pelas respectivas festeiras. Muitas canecas foram para as mesas …. Entretanto foi servido o caldo verde.
Chegou-se a sobremesa. Todos se deliciaram com o bolo de chocolate e o bolo-rei. Para finalizar, as castanhas assadas distribuídas pelas cerca de 50 pessoas que enchiam a sala e aproveitavam para partilhar histórias, sorrir e usufruir da companhia uns dos outros.
Todos estavam muito felizes … e o vinho doce continuava a descer pelas gargantas entusiasticamente.
Chegou o momento dos cantares de Ruivães. A Srª Quinhas do Acácio começou e todos a acompanharam. Cantámos o Hino de Ruivães com a bandeira da freguesia como companhia, sem faltar as danças minhotas.
Finalizámos com um cafezinho muito quentinho e saboroso, não faltando a aromática aguardente da terra para o último aconchego.

Houve muita gente a ajudar, a apoiar e a torcer para que tudo decorresse do agrado dos presentes, muito obrigadas a todos. À Rosinha que cozinhou e ofereceu as moelas que estavam de comer e chorar por mais, ao Jeannot que confeccionou e ofereceu os bolos de chocolate, à Mila do Rei e à Teresa que ofereceram os bolos-rei (desde já um contínuo agradecimento a esta filha da terra que nos tem feito sempre companhia nestes convívios vindo propositadamente de Lisboa a Ruivães e trazendo consigo outras pessoas que muito admiram e estimam a nossa terra). Não poderíamos esquecer a Laurinha do Delfim e a Maria Melo que assaram as castanhas com toda a disponibilidade e ainda aos irmãos Baía e respectivas famílias que além de oferecerem a couve para o caldo verde nos presentearam com a sua descrição e boa-disposição.
Não há palavras para agradecer a colaboração de todos os ruivanenses que encheram a sala e ali estiveram a confraternizar, digo mais, Ruivães não fica assim tão longe, gostávamos muito que outros filhos e amigos de Ruivães, de vez em quando, viessem cá passar um fim-de-semana.
Estão todos convidados!





Comissão de Festas de Ruivães 2011

S. Martinho em Ruivães: Pisa das uvas


S. Martinho em Ruivães: Vindima para S. Martinho