...

 



 

Comentários

Ruivanense Adoptivo disse…
Percorrendo a Picota sentimos que o tempo recua e deliciamo-nos com a beleza das pedras e cantarias que são testemunhas de tantos factos que fazem parte da nossa história pessoasl, local e até nacional.
Não esqueçamos também a sucessivas gerações de ruivanenses que na travessia dos séculos pisaram estas calçadas e, certamente, também afagaram estas pedras.
Ana Duarte disse…
Esta casa é maravilhosa!! Com a sua lareira numa cozinha à antiga portuguesa e tantos outros encantos...
Que saudades, dos tempos em que lá ía ter com a tia Balbina e o Tio António para buscar o pão milho que a tia fazia como ninguém!!! E que saudades de ambos!!