Zebral




Comentários

Anónimo disse…
É, como de costume, uma bonita frontaria e, sobretudo, muito típica desta zona.
Repare-se na verga que serve de moldura à porta...
Na altura em que esta casa foi construída, não havia guindastes nem máquinas afins.
Quando muito uma roldana terá auxiliado na colocação desta enorme pedra no local em que hoje gostamos de a ver.
Actualmente a servir de galinheiro, até a rusticidade naif da porta não deixa de ter a sua beleza sui géneris.
Ruivanense Adoptivo