sexta-feira, 13 de abril de 2018

No coração da Cabreira




Hoje à tarde, nos limites do baldio de Zebral. Um sítio magnífico que estava ali escondido. Pena que a chuva apressou o regresso. 

Paulo Miranda

Nenhum comentário: