«João Mota Campos (1927-2021)»

 



«João Mota Campos, es­pe­cialista em Direito Comunitário e antigo Secretário de Estado da Agricultura e ministro do Governo de Sa­lazar e de Marcelo Caetano, morreu em 03 de Abril, aos 94 anos de causas naturais.
Nascido na freguesia de Rui­vães, do concelho de Vi­eira do Minho em 1927, era fi­lho de João Luís Mota Cam­­pos e Maria Irene Mota Campos. Licenciado em Direito pela Universidade de Coim­bra, doutorou-se na mes­ma área em Estras­bur­go e foi pro­fessor catedrático. Aderiu ao CDS quando o Professor Adriano Moreira li­­derava o partido, tendo-se candida­ta­do a deputado pe­lo círculo de Leiria.

(1927-2021)
O seu papel mais intenso na política foi desempenhado durante o Estado Novo, al­­tura em que se cruzou com Adriano Moreira. Entre 1960 e 1962 foi secretário de Estado da Agricultura (o mais jovem governante) e qua­se uma década depois vol­tou ao executivo para desempenhar o cargo de mi­nistro do Estado e do Plano (de 1971 a 1973). De 1968 a 1973 foi também presidente da Comissão de Planeamento da Região Norte. Até 1974, foi ain­da ministro da Agricultura e do Co­mér­cio, no Governo de Marcelo Caetano.
O seu funeral realizou-se pe­las 11h30, do dia sete de Abril com missa de corpo pre­­sente, na Igreja de São Se­­bastião da Pe­drei­ra, Lisboa. As suas cinzas, con­­for­me seu desejo, foram repartidas entre os três jazi­gos da família, em Vieira do Mi­nho, Beira Baixa e Lisboa.»


Comentários