«Sentir Espindo!»

 

«Perante a evolução favorável da pandemia de Co­vid-19, resultante das medi­das tomadas ao abrigo do estado de emergência, e em linha com o plano fa­sea­do de desconfina­mento, en­ten­de-se contudo que deve imperar a cautela, salvaguardando todas as precauções associadas!
Porém, em abril é mês de ode à poesia da natureza na Serra da Cabreira. Tal noiva vaidosa, desejosa de ser contemplada, a serra ves­te-se de várias cores num es­pe­táculo deslum­bran­te digno de se ver.
Locais privilegiados para contemplar esta paisagem, as­sinalada pela minha “ca­ne­ta”, são mesmo os montes da Costa ao Talefe, pas­san­­do pela Arandosa, Bor­doa­da de Jadêlo, Serra­de­la, Cabeça da Vaca aos Por­di­tei­ros, tudo isto na aldeia de Espindo.
Com as temperaturas a su­bir e a natureza a chamar, o que não faltam “por aí” são sugestões para “ir” e novos tri­lhos para conhecer nesta serrana aldeia de Espindo (Aldeia de Portugal), da freguesia de Rui­vães do concelho de Vieira do Minho.
Em notícias já publicadas neste jornal, para alem da tranquila e fantástica paisagem, muitos são os motivos de interesse para descobrir nes­ta aldeia, da simplicidade das suas gentes ao seu edificado e onde que se des­tacam: a casa do forno comunitário, a casa dos alpinistas, os tanques comunitários, o polo interpretativo do lo­bo, os nichos das al­mi­nhas, o cruzeiro – sino – ca­pe­­la de Santa Isabel e sua réplica, os parques de merendas da Serradela, concelho de Baldios/Associação juntos pela aldeia de Espin­do e de Santa Isabel, o cas­ta­nheiro centenário do ai do rio do Brás e da vide ame­ricana, também centenária, da casa do Manuel da Cera que em fotos aqui hoje se destaca, não apenas pela sua longevidade, altura, mas também pela grandeza da sua copa que cobre toda a ramada!
Nesta aldeia, em alojamento de gestão particular, é possível pernoitar na Ca­sa da Gaiteira, que dispõe de quartos com paredes em pe­dra exposta. A unidade apresenta uma piscina exterior rodeada de espreguiçadeiras e guarda-sóis, para que no final da visita/passeio/caminhada possa aproveitar de um merecido descanso!
Obrigado por visitar a nossa aldeia!»

Comentários